Hong Kong Airlines torna obrigatório treinamento de artes marciais para aeromoças

Extraído do blog semdestino.com

Se você é do tipo que gosta de tomar umas e outras durante o vôo e dar em cima das aeromoças, melhor pensar duas vezes. Bom, pelo menos se for um avião da Hong Kong airilines. Isso porque as meninas agora são obrigadas pela companhia aérea a aprender Wing Chun… a mesma forma de luta praticada por ninguém menos que Bruce Lee.

hong kong airlines kung fu

“coloque seu assento na posição vertical, senão…”
A Hong Kong acredita que tendo um staff de mestres em artes marciais de saias irá resolver um problema que assola os vôos da empresa, passageiros bêbados e agressivos que causam confusão durante as viagens, algo que, segundo um porta-voz da empresa, acontece cerca de três vezes por semana. O Wing Chun foi escolhido por ser o que melhor se adapta a locais apertados e cheios… Quem se lembra de Bruce Lee em ‘A fúria do dragão’ sabe bem do que eu estou falando. A mestre Katherine Cheung explica: “A primeira razão é porque o Wing Chun foi concebido por uma mulher para as mulheres e a segunda razão é porque pode ser usado em espaços exíguos. Seria difícil praticar artes marciais com grandes movimentos nesse tipo de espaços.”

Segundo a empresa, o treinamento vem dando resultados e uma das aeromoças afirma que, graças a ele, pode resolver uma situação em um vôo recente… não, ela não deu uma voadora em um sujeito abusadinho, apenas conseguiu lidar com um sujeito gordo e bêbado que passava mal sem ter que pedir ajuda às companheiras, algo que ela não conseguiria ter feito antes. “Geralmente as aeromoças não conseguem lidar com sujeitos gordos, especialmente se eles estiverem bêbados, mas por causa do treinamento e condicionamento físico, ela pode fazê-lo sem maiores problemas”, disse Eva Chang, porta voz da Hong Kong.

A aeromoça Lumpy Tang afirmou que se sente mais segura agora: “Não há como se prever o que vai acontecer em um vôo. Me sinto mais segura agora porque eu sei que posso me defender e estou muito feliz por estar entre as primeiras comissárias de bordo a aprender wing chun no mundo”.

Já sua colega Royce Lam espera não ter que sair distribuindo sopapos em pleno ar: “Não acho que vamos atacar os passageiros com o Wing Chun. Mas em algumas situações pode ser preciso para nos protegermos e aos passageiros”.

A ideia do wing chun está inclusive no comercial da empresa –

Veja como é o treinamento das meninas –

Com certeza essa é uma companhia onde os sintos são afivelados e os assentos mantidos na posição vertical quando solicitado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: