É MUITO DIFÍCIL!

Essa frase, esta semana, após os treinos, esteve dando voltas na minha cabeça. Lembrei-me de sete anos atrás, nas primeiras aulas de Aikido. Minha esposa perguntava: “como foi hoje?” e eu arrasado dizia: “muito difícil”.

Essa semana tudo se repetiu da mesma forma. Estou hoje trabalhando para alcançar, num futuro próximo, o 1° Dan (1° grau de faixa preta). No entanto, quanto mais treino mais descubro minhas imperfeições. Tudo fica tão confuso que até os iniciantes, menos cobrados, estão mais à vontade, a ponto de não percebendo o drama, sugerir a execução correta (ideal inclusive para se treinar humildade e paciência) e se o orgulho permitir, constatar que às vezes estão com razão, já que viram com uma mente menos pressionada.

Não é “filosofissimo” barato ou clichê constatar, em dado momento, que nada sabemos. Depois de tanto tempo, sou alertado que não respiro corretamente, não caio corretamente e não utilizo a força corretamente. Como posso então alcançar o grau? Salvo se essa percepção da imperfeição e atitude de mitigá-la faça parte desse estágio. Afinal  dispôs Shunryu Suzuki, no seu Livro Mente Zen, Mente Principiante (Ed. Pallas Atenas, p. 36) que “é nas próprias imperfeições que você encontra as bases para a sua mente resoluta que busca o caminho”.

Assim o que sobeja em minha mente é o pensamento de que “é muito difícil”; porém é esse o desafio que me atrai, inclusive para que eu me lembre de superá-lo [o pensamento], a fim de libertar-me da pressão, alcançando a leveza, nas soluções dos desafios tanto na prática do Aikido quanto nas demais atividades cotidianas da vida.

Ribamar Lopes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: