O intervalo em que não há espaço sequer para um fio de cabelo

Quando bates as mãos em palma e, no mesmo instante, soltas um grito, o intervalo entre o bater de palmas e o gritar não deixa um espaço sequer para um fio de cabelo.

Não se trata de bater palmas, pensar em gritar e então fazê-lo; isso resultaria num intervalo entre as duas coisas. Bates as mãos em palma e, no mesmíssimo instante, produzes um som.

Do mesmo modo, se a mente se fixar na espada com a qual um inimigo vai te golpear, haverá um intervalo e tua ação será perdida. Mas se nenhum um fio de cabelo puder introduzir-se no intervalo entre a espada do oponente e a tua ação, a espada do teu oponente tornar-se-á a tua própria.

O mesmo se diz nas discussões sobre o Zen. No Budismo, abominamos a fixação da mente que permanece ligada a isso ou aquilo. Chamamos ess fixação de aflição.

Trecho do livro a Mente Aberta do Monge Zen Takuan Soho, que segundo a lenda, foi mestre e amigo de Miyamoto Musashi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: